Parabenizamos a Vereadora Rose Salles do PMB de São Luiz do Maranhão que segue na defesa da população ludovicense, pelo veto do aumento da passagem de ônibus.

Em: 13 de abril de 2016
Na Categoria: PMB Nos Estados

Veja a íntegra da nota.

REPÚDIO AO AUMENTO DAS TARIFAS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE SÃO LUÍS-MA.

Em cumprimento ao meu dever enquanto Vereadora de São Luís, cidade onde exerço um segundo mandato de Vereadora, sendo ambos conferidos pela soberana vontade de DEUS e do povo ludovicense, venho tornar pública a minha TOTAL DISCORDÂNCIA da ação equivocada e intempestiva do prefeito de São Luís, Sr. Edivaldo de Holanda Braga Júnior, em aumentar o valor das tarifas do transporte coletivo urbano da nossa cidade. E sirvo-me do presente documento para solicitar ao Excelentíssimo Sr. PREFEITO QUE REVOGUE SEU ATO, considerando que:

1- O Sr. Prefeito descumpriu a Lei Municipal n° 363/2014 que determina que todo e qualquer aumento de tarifa – portanto, aí também incluídas as tarifas dos transportes coletivos urbanos – precisa passar, previamente, pela avaliação e discussão em audiências públicas;

2 – Mais uma vez a população está sendo penalizada, pois o aumento abusivo concedido pela atual gestão em junho do ano de 2014, foi resultado da inoperância da gestão municipal em não ter cumprido o acordo que os empresários se dispuseram a fazer para adquirirem os sistemas de bilhetagem eletrônica única e de biometria facial em 2013, o que coibiria as fraudes gerando assim um aporte de receita da ordem de R$ 4.200.000,00 (quatro milhões e duzentos mil reais) mês;

3- Decorrido quase um ano desde 2013, o Sr. Prefeito preferiu transferir o ônus para o trabalhador, concedendo um reajuste médio de 20% sobre as tarifas dos transportes coletivos urbanos em 2014. Na ocasião, a prefeitura cortou, de pronto, a domingueira (DIREITO À MEIA PASSAGEM GERAL PARA TODOS OS MUNÍCIPES PRATICADA NOS FINS DE SEMANA), não sendo contundente para com os empresários exigindo destes, com a mesma celeridade, a compra de ônibus novos, fato que somente hoje, tardia e parceladamente, às vésperas de um novo aumento se verifica;

4 – Até o momento a população sofre duramente com a falta do cumprimento do TAC – Termo de Ajustamento de Conduta feito com o MPE – Ministério Público Estadual, que só na sua gestão esse acordo tem cerca de 21(vinte e um) meses de descumprimento dentro dos seus poucos mais de 25(vinte e cinco) meses de gestão;

5- A população continua exposta a longos períodos de espera nas paradas, em cuja a maioria não existe abrigo real, ficando a mercê do sol e da chuva, sem contar a implicação no fator segurança física e pessoal, face às precárias condições sob as quais se apresentam;

6- O povo continua vitimado por circular, na maioria das vezes, em ônibus sucateados com idade média de 15(quinze) anos;

7- O compromisso que foi assinado no ano de 2013 na Justiça do Trabalho para a compra de 250 (duzentos e cinquenta) ônibus novos, só no final do ano de 2014 é que passa a ser efetivamente cumprido por alguns dos empresários. Desde então até o presente momento (março de 2015), a prefeitura entregou um número de aproximadamente 150 (cento e cinquenta) ônibus, valendo destacar que nem todos comprovadamente são novos. Ante ao exposto, frente às ausências e incoerências do poder executivo, diante do apenas parcial cumprimento do acordado no que se refere aos empresários, não é justo ou sequer razoável, se requerer dos estudantes, das trabalhadoras e dos trabalhadores que sejam penalizados com mais um abusivo aumento nas tarifas dos transportes coletivos;

8- Lamentável ainda, é a propaganda tendenciosa e enganosa que consiste em fazer a população pensar que a prefeitura foi quem comprou ônibus novos ou que 100% de melhoria no sistema possa estar sendo efetivamente realizada. A frota circulante de ônibus em São Luís é de um quantitativo aproximado de 1200 ônibus. Ainda que 250 ônibus novos tivessem sido entregues à população (O QUE NÃO ACONTECEU AINDA) isso corresponderia apenas a uma melhoria QUANTITATIVA percentual de um pouco mais de 20% da frota;

9- Considerando que os salários dos trabalhadores e das trabalhadoras são reajustados anualmente, aumentar os preços das passagens de ônibus 02 (DUAS) vezes em menos de 01 (UM) ano se revela e se prova NÃO RAZOÁVEL, injusto e totalmente descabido, motivos plausíveis pelos quais eu me associo ao povo de São Luís do Maranhão na merecida defesa dos seus direitos e interesses maiores;

10- Esse aumento de passagem é famigerado, precariza ainda mais o(a) trabalhador(a) e os estudantes, cria inviabilidades reais para os deslocamentos dessas pessoas, e o pior, gera fortes interferências no orçamento familiar, visto que nos últimos meses temos sofrido com o arrocho econômico instalado em nosso país.
Sendo assim, entrei na Câmara Municipal com Requerimento, pedindo ao Prefeito que revogue esse famigerado aumento, como também, impetrarei representação nas instâncias legais.

A Prefeitura e o Sr. Prefeito Edivaldo de Holanda Jr, ao legislarem em favor do aumento das tarifas em 16%, já definiram de que lado estão – DO LADO DOS EMPRESÁRIOS DOS TRANSPORTES COLETIVOS. Quanto a mim, como cidadã e como Vereadora de São Luís, cumpro o dever de permanecer onde sempre estive: AO LADO DO POVO, JÁ TÃO MASSACRADO COM A AUSÊNCIA DE UMA GESTÃO MUNICIPAL EFETIVA.

Abaixo a vereadora usou sua conta perfil no Facebook na segunda-feira (30/03) para repudiar o aumento das tarifas de ônibus.

Vídeo postado em seu perfil pessoal no facebook.


Tags:
, , , , , , ,


Suêd Haidar
Presidente Nacional do PMB

Fale Conosco

ST SDS, Bloco P, Sala 205
Edifício Venâncio III,
Asa Sul - Brasília/DF
CEP: 70393-902
TEL: (061) 3223-4027
Seg à Sex das 09h às 17h

Receba nossas novidades
[]
1 Step 1
Seu Nome
Previous
Next

PMB Nos Estados

TO BA SE PE AL RN CE PI MA AP PA RR AM AC RO MT MS GO PR SC RS SP MG RJ ES DF PB
Este Estado ainda não possui Comissão Provisória.
Presidente Acre:

Alexandre Damasceno

Clique e saiba mais

Presidente Alagoas:

André Monteiro

Clique e saiba mais

Presidente Amapá:

Luciana Gurgel

Clique e saiba mais

Presidente Amazonas:

Charles Sampaio

Clique e saiba mais

Presidente Bahia:

Amaury Nascimento

Clique e saiba mais

Presidente Brasília:

Léia Santos

Clique e saiba mais

Presidente Ceará:

Patrícia Aguiar

Clique e saiba mais

Presidente Espírito Santo:

Jacqueline Nonato

Clique e saiba mais

Presidente Goiás:

Rosilene Guimaraes

Clique e saiba mais

Presidente Maranhão:

Efigenia Tavares

Clique e saiba mais

Presidente Minas Gerais:

Gláucia Rodrigues

Clique e saiba mais

Presidente Mato Grosso:

Milton Simplício

Clique e saiba mais

Presidente Pernambuco:

Juliana Paranhos

Clique e saiba mais

Presidente Paraíba:

Evani Ramalho

Clique e saiba mais

Presidente Paraná:

Alisson Anthony

Clique e saiba mais

Presidente Roraima:

Sandra Gomez

Clique e saiba mais

Presidente Rio de Janeiro:

Sidclei Nogueira da Silva Bernardo

Clique e saiba mais

Presidente Rio Grande do Norte:

Raimundo Mendes

Clique e saiba mais

Presidente São Paulo:

Jaime Fusco

Clique e saiba mais

Presidente Sergipe:

Alice Moura

Clique e saiba mais

Presidente Tocantins:

Meire Carreira

Clique e saiba mais

Presidente Pará:

Henriette Barros

Clique e saiba mais

Presidente Piauí:

Graça Amorim

Clique e saiba mais

Presidente Mato Grosso do Sul:

Pedro Pedrossian

Clique e saiba mais

Rondônia:

Clique e saiba mais

Presidente Santa Catarina:

Clique e saiba mais

Presidente Rio Grande do Sul:

Thomaz Campos

Clique e saiba mais