Mulheres não são nem 1/3 dos parlamentos na América Latina; Brasil só fica à frente do Haiti

Em: 9 de novembro de 2016
Na Categoria: Notícias

Com uma média de representatividade parlamentar feminina de 26,6%, a região da América Latina fica em segundo lugar no mundo neste quesito, logo abaixo do grupo dos países nórdicos, que aparecem com uma média de 41,5%, liderando a classificação global de parlamentares mulheres, segundo relatório da União Interparlamentar. Os dados indicam quanto as mulheres latino-americanas avançaram no poder e quanto ainda falta alcançar quando o debate é sobre equidade.
Uma análise mais detalhada dos números mostra, por exemplo, uma ampla brecha nos distintos países da América Latina: ao lado de exemplos como o da Bolívia, que lidera o ranking regional com um parlamento formado por 53,1% de mulheres – superado apenas por Ruanda, com 60,8% -, encontramos casos como o da Guatemala (13,9%) e do Brasil. Aqui, os 9% de cadeiras ocupadas por elas só ficam à frente do índice do Haiti, onde a representatividade feminina na câmara federal voltou à estaca zero após as eleições de 2015, que resultaram em um governo interino.

Em 2013 a América Latina concentrava uma das maiores quantidades de presidentas do mundo (Chile, Brasil, Argentina e Costa Rica) e de sua história em um continente. Seria fruto de casualidade ou de um esforço continuado por incrementar a presença das mulheres na política? Os dados refletem o avanço que se produziu no continente desde a introdução das primeiras leis de cotas, que a Argentina inaugurou em 1991, quando as mulheres representavam só 8% de todos os parlamentares do país.

Segundo a classificação realizada pelo IDEA Instituto Internacional para la Democracia y Asistencia Electoral, liderada pela pesquisadora Pilar Tello, a região apresenta três grupos distintos em termos de representatividade. O primeiro deles estaria formado pelos países que introduziram legislação e mecanismos compensatórios e que conseguiram aprimorar a incorporação efetiva das mulheres nas fileiras políticas. Integram esse grupo: Bolívia (53,1%), Cuba (48,9%), Equador (41,6%), Nicarágua (41,3%), México (42,4%), Argentina (35,8%) e Costa Rica (33,3%), além de El Salvador (32,1%), que se somou depois das eleições de 2015.

 

Fonte/Veja mais: Gênero e Número


Suêd Haidar
Presidente Nacional do PMB

Fale Conosco

ST SDS, Bloco P, Sala 205
Edifício Venâncio III,
Asa Sul - Brasília/DF
CEP: 70393-902
TEL: (061) 3224-0035

Imprensa

Tel: (21) 3217-7454
imprensa@pmb.org.br

Receba nossas novidades
[]
1 Step 1
Seu Nome
Previous
Next

PMB Nos Estados

TO BA SE PE AL RN CE PI MA AP PA RR AM AC RO MT MS GO PR SC RS SP MG RJ ES DF PB
Este Estado ainda não possui Comissão Provisória.
Presidente Acre:

Alexandre Damasceno

Clique e saiba mais

Presidente Alagoas:

André Monteiro

Clique e saiba mais

Presidente Amapá:

Luciana Gurgel

Clique e saiba mais

Presidente Amazonas:

Charles Sampaio

Clique e saiba mais

Presidente Bahia:

Amaury Nascimento

Clique e saiba mais

Presidente Brasília:

Léia Santos

Clique e saiba mais

Presidente Ceará:

Patrícia Aguiar

Clique e saiba mais

Presidente Espírito Santo:

Jacqueline Nonato

Clique e saiba mais

Presidente Goiás:

Rosilene Guimaraes

Clique e saiba mais

Presidente Maranhão:

Efigenia Tavares

Clique e saiba mais

Presidente Minas Gerais:

Gláucia Rodrigues

Clique e saiba mais

Presidente Mato Grosso:

Milton Simplício

Clique e saiba mais

Presidente Pernambuco:

Juliana Paranhos

Clique e saiba mais

Presidente Paraíba:

Evani Ramalho

Clique e saiba mais

Presidente Paraná:

Alisson Anthony

Clique e saiba mais

Presidente Roraima:

Sandra Gomez

Clique e saiba mais

Presidente Rio de Janeiro:

Sidclei Nogueira da Silva Bernardo

Clique e saiba mais

Presidente Rio Grande do Norte:

Raimundo Mendes

Clique e saiba mais

Presidente São Paulo:

Jaime Fusco

Clique e saiba mais

Presidente Sergipe:

Alice Moura

Clique e saiba mais

Presidente Tocantins:

Meire Carreira

Clique e saiba mais

Presidente Pará:

Henriette Barros

Clique e saiba mais

Presidente Piauí:

Graça Amorim

Clique e saiba mais

Presidente Mato Grosso do Sul:

Pedro Pedrossian

Clique e saiba mais

Rondônia:

Clique e saiba mais

Presidente Santa Catarina:

Clique e saiba mais

Presidente Rio Grande do Sul:

Thomaz Campos

Clique e saiba mais